Ondas de choque: a Terapia do momento

 

ondas de choque

Para entendermos melhor a terapia do momento é preciso primeiro compreender o que é a onda de choque e depois os dois tipos de aplicadores existentes .

Estudada já há mais de trinta anos para reabilitação, as ondas agora tiveram suas aplicações adaptadas para tratamentos estéticos. O termo ondas de choque se refere aos impulsos de tensão mecânicos que se expandem como uma onda no meio, essa ação resulta num processo conhecido como cavitação, definido como a formação de bolhas em um meio fluido e, ao serem aplicadas nas regiões  tratadas, a energia provocada pelas ondas penetra nos tecidos sendo transformada e ondas acústicas dispersas por um aplicador especial.

Mas antes de falarmos sobre os efeitos da técnica na estética, vamos entender melhor sobre os tipos de aplicadores que geram essas ondas, já que isso pode também gerar muitas dúvidas:

Ondas de choque (aplicador focal): Possui frequências que variam entre 16hz e 200Mhz e pico de pressão de até 500 bar, que dirigem a onda para um único ponto de ação com objetivos de tratar tecidos mais profundos.

Ondas de choque (aplicador radial): Tem frequências inferiores a 20hz e pico de pressão de até 5 bar. Nesta modalidade as ondas de choque não tem foco e há dispersão de energia nos tecidos. Foi desenvolvida para tratamento de tecidos moles superficiais. É uma técnica segura, confortável e é este aplicador do tipo radial que utilizamos nos tratamentos estéticos.

Agora vamos aos efeitos provocados nos tecidos, na estética:

  • Remodelagem do colágeno: Os impulsos energéticos de alto impacto disparam uma cascata inflamatória com ativação dos fibroblastos, levando então ao mecanismo de neocolagênese e neoelastogênese, com formação de novas fibras colágenas e elásticas, trazendo maior firmeza para a pele.
  • Neovascularização: As ondas de choque estimulam o crescimento de novos capilares e aumentam a microcirculação, oxigenação tecidual e também o metabolismo da região a ser tratada.
  • Eliminação de toxinas: Melhora da circulação linfática. Acelera o transporte de metabólitos reduzindo edemas e auxiliando na regeneração tecidual.
Estes efeitos provocam especial melhora na elasticidade e textura da pele o que causa um efeito visível nos tratamentos de flacidez de pele e celulite em especial.
A tecnologia indolor e confortável se transformou em mais uma queridinha das famosas e quando combinada com outras técnicas como radiofrequência, ultra som e carboxiterapia tem trazido resultados promissores.
E você ? já experimentou a terapia por ondas de choque? O que você achou? Conta aqui sua experiência para nós….

6 comentários sobre “Ondas de choque: a Terapia do momento

  1. Oi Priscilla

    Sou recém formada em Fisioterapia, e quero trabalhar com dermato (estetica) em clinicas.
    Fazer pos graduaçao no momento não dá.
    se eu fizer algum curso de depilação a laser, ou criolipolise, esses procedimentos mais atuais, será q consigo ser contratada por essas empresas.
    Já li seu post sobre pos em dermatofuncional, show

    1. Olá Fran,
      Sim, você poderá atuar em clínicas sob a responsabilidade de um outro profissional, pois geralmente na própria faculdade já temos um embasamento em dermatofuncional.
      Vale, no entanto, ressaltar que a pós graduação é um ponto importante e não deve ser deixado de lado.
      Quando tiver a oportunidade, faça a sua.
      Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *