Arquivo da tag: acne

LED’S e suas funções curativas e embelezadoras

 

 

led

A fototerapia já é um recurso aplicado há muitos anos terapeuticamente.

No final do século XIX surgiu um novo termo e uma nova técnica de interesse: o LED (Light Emitting Diode) ou em português (Diodo Emissor de Luz). Na época de seu surgimento o LED se apresentava como uma promessa revolucionária no segmento de estética para o tratamento da pele, especialmente os tratamentos faciais. Hoje essa promessa revolucionária já é uma realidade.

Os diodos emissores de luz são fontes de luz difusas (não coerentes) com comprimentos de onda variáves (policromáticos) capazes de atingir as organelas celulares ou substâncias alvo (cromóforos), modulando assim suas funções, por isso dizemos que o LED é fotobiomodulador, sua ação modula as funções das células de acordo com as necessidades do tecido, agindo na proliferação celular e também na reparação de células comprometidas. Os LED’S não agem apenas para estimular respostas biológicas, mas estimulam também mecanismos contra regulatórios fisiológicos, por isso alguns LED’S são usados para promover uma ciciatrização mais rápida e melhor dos tecidos devido aos seus efeitos antiinflamatórios e antissépticos.

O recurso torna-se cada vez mais difundido devido à quantidade de possibilidades que abre. Podemos aplicar os LED’S nas áreas de fisioterapia dermatofuncional, onco funcional, ortopédica, neurológica e também na estética. Sua vasta aplicabilidade permite o uso em diversos tratamentos como: acne, psoríase, câncer de pele, linfomas cutâneos, verrugas, rugas e linhas de expressão, cicatrizes diversas (incluindo as de pós operatórios de cirurgias plásticas0

Sua ação estará diretamente ligada ao comprimento de onda escolhido para o tratamento (variando do 405nm – luz visível azul, ao 940nm – infravermelho).

A luz vermelha, por exemplo, tem ação bioestimulante e regeneradora, estimula o rejuvenescimento celular. É bastante utilizada no combate as linhas de expressão e a flacidez, porque estimula a produção de colágeno. É muito utilizada também para cicatrizar os tecidos, ótima para pós operatórios de cirurgias plásticas, evitando o aparecimento de queloides. Seu efeito anti-inflamatório também é muito benéfico nos pós operatórios e em casos de acne ativa.

Já o azul possui um comprimento de onda que favorece sua ação bactericida e oxigenante, sendo muito aplicado em tratamentos de peles acneicas. Auxilia ainda no clareamento de manchas mais superficiais e olheiras.

A luz amarela, ou âmbar, tem ação drenante. Melhora a circulação sanguínea e linfática, auxilia na diminuição de edemas, estimula a hidratação e tem efeito calmante, sendo indicada nas peles sensíveis e até mesmo com rosácea.

O LED infravermelho estimula o colágeno, fortalece o sistema imunológico, auxilia na permeação de cosméticos pois aumenta a permeabilidade da membrana celular.

Outro ponto muito importante sobre os LED’S: a luz também é muito segura, não causa dores e nem desconfortos ou queimaduras, sendo muito bem aceitas nos tratamentos pelos pacientes.

Uma técnica na qual realmente vale a pena investir.

 

 

Peelings para peles acneicas

acne

A acne costuma ser um problema não apenas de saúde ou de estética, mas que também pode provocar problemas emocionais especialmente nos mais jovens. Sua manisfestação mais comum ocorre na puberdade, entre 15 e 21 anos,  pode estender-se até a fase adulta.

Pode aparecer por vários fatores, mas os mais comuns são as ocorrências por fatores hereditários, hormonais, estresse, ansiedade e até mesmo sudorese excessiva.

Só quem já passou pela experiência sabe o quanto pode ser torturante e até mesmo interferir na auto estima.

Muitos recorrem até mesmo a medicações para o controle da oleosidade excessiva e do aspecto provocado pela pele acneica.

Um dos tratamentos mais eficazes para esse distúrbio são os peelings.  Veja abaixo algumas das sugestões de peelings que podem auxiliar em seu controle e diminuição e também das sequelas das cicatrizes:

  • Peeling de ácido salicílico: Controla e regula a produção de oleosidade pelas glândulas sebáceas. O salicílico também é queratolítico e afina a pele além de melhorar o aspecto de cicatrizes. Gera leve ardor na pele.
  • Peeling de Jessner: Um “blend” contendo ácido salícilico, ácido lático e resorcina. O salicílico controla a oleosidade e afina a pele, a resorcina tem ação antisséptica evitando a recontaminação por bactérias na pele e o ácido lático tem função esfoliativa. Pode ser usado em todos os graus de acne variando PH e concentração.
  • Peeling de ácido tricloroacético: Age diretamente nas cicatrizes de acne, mas para uma ação mais eficaz é necessário remover a epiderme deixando a derme exposta. É um peeling de uso médico e que requer afastamento da paciente por um período médio de 7 dias.
  • Peeling de ácido mandélico: Ameniza os poros dilatados e auxilia no tratamentos das manchas provocadas pela acne também.
  • Peeling por laser de CO2 fracionado: Estimula a formação de colágeno melhorando o aspecto de cicatrizes e manchas de acne.
  • Peeling ultrassônico: Não deve ser aplicado sobre os pontos de inflamação, mas é um excelente recurso a ser utilizado na limpeza de pele para auxiliar na remoção de oleosidade, excesso de sebo e comedões. Como ajuda a estimular a renovação celular pode ser também usado para melhorar o aspecto de cicatrizes e antes dos peelings químicos.
  • Peeling de diamante e cristal: não devem ser aplicados em peles pápulo pustulosas, mas podem ser usados em peles oleosas, e em cicatrizes de acne.

 

Alguns lembretes importantes: As concentrações e PH  dos peelings químicos também são variáveis de acordo com espessura da pele, sensibilidade, fototipo, entre outros.

Nunca esqueça de proteger muito bem a pele com fotoprotetor e evite a exposição solar durante o tratamento.

Bjos 🙂

 

LED azul e seus benefícios para acne

vida-sem-acne

 

A acne é causada por uma bactéria chamada Propionibacterium acnes e é muito comum em homens e mulheres, especialmente os mais jovens ou com disfunções hormonais.

A intensidade com que o distúrbio aparece é variada, e se não for tratada adequadamente pode deixar marcas, cicatrizes e manchas indesejáveis para o resto da vida.

Hoje existe uma infinidade de tratamentos para manutenção e melhora do quadro de acne, são diferentes cosméticos, medicamentos, peelings e aparelhos com a promessa de uma pele livre de “espinhas”. Um desses recursos, no entanto, tem chamado a atenção em particular: é o LED Azul, considerado como uma evolução na fototerapia por se tratar de uma técnica indolor, não térmica, não invasiva, que não promove danos à pele e não necessita de tempo de recuperação após a aplicação, além de não possuir restrições quanto ao fototipo cutâneo e quanto a época do ano para utilização.

A ação do LED sobre a acne é muito interessante para os tratamentos estéticos: a bactéria causadora (essa mesmo com esse nome quase impronunciável – Propionibacterium acnes) produz uma substância química chamada porfirina para manter seu metabolismo normal. A exposição dessa substância a luz do LED azul causa um estímulo fotodinâmico que altera a molécula da porfirina interrompendo o metabolismo da P.Acnes e eliminando a presença da bactéria sem lesionar o tecido.

Legal, não é mesmo? Bom, além de ser um santo remedinho para a acne o LED azul também dá uma generosa contribuição nos tratamentos de revitalização e rejuvenescimento, clareamento de manchas, marcas de expressão,  olheiras e outros.

Conheça um pouquinho mais sobre esses equipamentos nos links
abaixo:

Endophoton Esthetic

Endophoton Esthetic Multi

Endophoton Esthetic Plus

 

 

Dieta Antiacne

A acne é uma dermatose (doença de pele) muito comum que atinge cerca de 80% dos adolescentes, mas que também pode acometer homens e mulheres após essa faixa etária.

Uma das maneiras mais eficientes de minimizar a acne é através de uma alimentação balanceada já que alguns alimentos podem potencializar seu aparecimento.

Dê uma olhada nessas dicas extraídas do site: www.sonutricao.com.br, melhore sua dieta e também a aparência de sua pele:

  • Pessoas que sofrem de acne devem seguir dieta rica em vegetais verde- escuros ou alaranjados (ricos em betacarotenos) que auxiliam na manutenção e reparação da pele.
  • Alimentos ricos em fibras devem ser utilizados para a eliminação de toxinas que provocam a acne, promovendo a desintoxicação.
  • Nozes, castanhas e amêndoas são ricos em Vitamina E e ácidos graxos essenciais (antiinflamatórios, que são excelentes para a pele).
  • Alimentos ricos em proteínas como carnes magras, feijões, ervilhas, iogurte com lactobacilos vivos (que melhoram a flora intestinal), ovos, peixes, também são fundamentais para a manutenção de uma pele mais saudável.
  • Deve-se eliminar da alimentação: salgadinhos, refrigerante, balas, alimentos ricos em gorduras saturadas e trans , pois acumulam toxinas.
  • Os alimentos causadores de alergias alimentares , tais como leite, trigo, açúcar, chocolate e milho também devem ser observados.

Conheça os produtos da linha Peel Line para Acne:

Sabonete líquido

Máscara Secativa

Gel Antiacne

Veja essas e também outras dicas no site:

http://www.sonutricao.com.br/conteudo/artigos/acne/

Hértix Gerador de Radiofrequência

Uma alternativa para tratamentos de flacidez de pele, celulite, adiposidade localizada, fibrose pós- cirúrgica, rugas faciais por repetição de movimentos, seqüelas de acne e até mesmo alopecia (queda de cabelo), é o  Hertix, um gerador de radiofreqüência que através do efeito da corrente elétrica alternada de alta freqüência induz calor nos tecidos dérmicos (calor endógeno) com densidades proporcionais ao tipo do aplicador utilizado.
Essa elevação de temperatura trás inúmeros benefícios como o aumento do fluxo sanguíneo local, que leva a hiperemia cutânea por vasodilatação profunda resultando no aumento da nutrição dos tecidos. O aumento da oxigenação tecidual leva a diminuição da distensibilidade da pele e ao aumento da densidade do colágeno, melhorando assim, o aspecto da flacidez de pele e gerando o efeito lifiting, além de melhorar a celulite e diminuir a fibrose pós lipoaspiração.
São indicadas de 5 a 10 sessões dependendo do objetivo a ser alcançado e sessões realizadas a cada 15 dias, sendo importante antes uma avaliação para prescrever o número e a frequência de sessões corretamente para cada objetivo a ser alcançado.
O Hertix irá atingir uma temperatura de 40º C  a 43º C na região tratada estimulando a produção de colágeno e elastina, e a sessão tem duração de aproximadamente 30 minutos para cada região.
As contra-indicações absolutas para o uso da radiofreqüência no tratamento estético são o uso de marca passos cardíacos, câncer com metástase, gravidez, diabetes mellitus, infecções sistêmicas, imunossupressão, ter realizado peeling químico agressivo ou resurfacing a laser no último ano, e terapias com retinóides tópicos nas ultimas 2 semanas antes da sessão.
Fonte: http://respostas.esteticascorpios.com.br/2010/08/30/hertix-radiofrequencia

Conheça o produto:

Hertix Radiofrequência – KLD