5 erros que você deve evitar ao montar uma clínica de fisioterapia

Publicado por Antonio Carlos em 13/11/2019 - 2 Comentários


5 erros que você deve evitar ao montar uma clínica de fisioterapia

Você está prestes a montar uma clínica de fisioterapia, mas sabe quais erros deve evitar?

Erros acontecem em qualquer Empresa e o importante é saber como lidar com isso, começando por assumi-los, ter atitude e decisão. A maioria deles certamente ocorrem sem intenção, mas sempre exigirão um diálogo franco com o cliente, além da aceitação da culpa e após solucionados, provocar uma mudança de comportamento para minimizar a chance de serem repetidos. Nesse post, pensei em dar dicas dos 5 principais erros que você deve evitar quando montar uma clínica de especialidades da Fisioterapia . Confira!

 

1-  Atender o celular durante avaliação ou tratamento

Trata-se de um descuido recorrente e que deve ser evitado em qualquer área de prestação de serviço, especialmente em saúde. Desligar o celular ou deixá-lo com alguém durante uma avaliação ou tratamento, mostra ao cliente uma atenção exclusiva e personalizada. Geralmente, os Clientes sentem-se desconfortáveis ao terem seu tratamento interrompido por uma ligação telefônica, que oportunamente poderia ser retornada após o atendimento.

Em alguns casos pode ocorrer do profissional ter que receber uma ligação específica ou urgente; Neste caso, é muito educado e elegante passar essa informação ao cliente, já com um pedido inicial de desculpas, informando que é uma situação de exceção, o assunto é particularmente inadiável e que precisará atender, mas será breve. Normalmente o cliente compreenderá que a ligação já estava programada antes de sua chegada, com essa atitude demonstrará respeito e reconhecimento evitando o constrangimento do paciente. 

 

Assine nossa newsletter

 

2-  Tratar o cliente como se fosse um cifrão

Raras as exceções, a maioria dos convênios passa a percepção de que o cliente é apenas um número ligado às questões financeiras. Isso costuma ocorrer em clínicas de atendimento massificado, nas quais os clientes sentem que os profissionais entregam o mínimo, e não o melhor tratamento. No entanto, principalmente na área da saúde, quando as pessoas procuram pelos serviços, é porque estão debilitados, com alguma limitação e, principalmente, precisando de atenção. É justamente nesse momento em que precisam de apoio e acolhimento. Pessoas são pessoas e nada têm a ver com dinheiro.

 

3- Semblante de mau humor da atendente

Muitas vezes, a secretária ou atendente não acolhe o Cliente com um sorriso e o pior, ainda demonstra um certo mau humor. Importante lembrar que, essa funcionária é considerada a “comissão de frente” da clínica e especialmente no primeiro contato, ela precisa mostrar um mínimo de simpatia. Ao ter um comportamento de “boas vindas”, certamente conseguirá tranquilizar e acalmar clientes em casos de atrasos do profissional. Um sorriso faz toda diferença pois, demonstra a importância que o cliente tem para o negócio. Ao empreender em fisioterapia ou em qualquer outro segmento da saúde, devemos cuidar do cliente desde a recepção, fazê-lo sentir-se em casa pois, é aí que começa o encantamento visando transformá-lo em em fã, atitude certeira no cenário atual onde a concorrência é acirrada.

 

Artigos Relacionados

 

4- Atender sempre da mesma forma em cada sessão

Por mais que seja necessário haver exercícios repetitivos na maioria dos atendimentos em fisioterapia, optar  por realizar tratamentos idênticos em todos os encontros, aplicando exatamente as mesmas manobras e exercícios, vejo como um problema para os profissionais fidelizarem clientes em seus consultórios ou clínicas de fisioterapia. Por essa falta de criatividade, pode ocorrer do cliente não perceber evolução do tratamento; Muitas vezes acabam por adquirir aparelhos para fazer o tratamento em casa, afinal de contas “aprenderam a executar as manobras”. O maior problema é que, além de quererem apressar o processo sem ter conhecimento para isso, frequentemente colocam em dúvida a capacidade do profissional fazendo um julgamento injusto de falta de experiência, abandonando o tratamento e a confiança na fisioterapia e no fisioterapeuta.

Essas situações podem ser minimizadas, segue uma sugestão: no momento da avaliação quando se define a conduta e o protocolo do tratamento, o fisioterapeuta deve explicar em detalhes como este será realizado, mencione a necessidade de que alguns encontros precisarão ser repetitivos e por quais razões isso será necessário. Certamente antecipar essas orientações, mostra ao paciente que são procedimentos essenciais para melhora da mobilidade, ganho de força muscular, alívio da dor, entre outros benefícios.

 

5- Não perguntar como o cliente chegou até o consultório

Este questionamento é fundamental para saber quem está indicando seus serviços e quais canais estão trazendo clientes à sua clínica. Procure saber se foi por algum post ou artigo publicado em rede social e em qual delas.
Pode ser inclusive através dos aplicativos de agendamento de consultas, como o Boa Consulta, DocWay entre outros, após seu cadastro nessas plataformas se disponibilizando para atendimento à clientes que escolhem esse canal. 

Caso seja por indicação de algum cliente, de um colega ou de outro profissional da saúde, nunca se esqueça de agradecer pela indicação. A melhor forma será pessoalmente ou por telefone, evite enviar um simples e-mail ou um whats app, fica menos profissional. 

É óbvio que todos somos passíveis de erros, porém, o mais importante é saber lidar com eles com honestidade e transparência. A maioria das pessoas aceita desculpas especialmente quando há a admissão do erro , frequentemente a confiança aumenta ainda mais, pela maneira como o assunto foi tratado.

Você já passou por alguma situação difícil no atendimento de seus pacientes e conseguiu superar a dificuldade? Conte pra gente nos comentários.


2
Deixe um comentário

avatar
2 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Mais votados
Mais populares
0 Autores
Autores recentes
  Inscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificar de
trackback

[…] 5 erros que você deve evitar ao montar uma clínica de fisioterapia […]

trackback

[…] 5 erros que você deve evitar ao montar uma clínica de fisioterapia […]