7 dicas de como cuidar dos aparelhos de fisioterapia

Publicado por FisioFernandes em 09/04/2020 - 1 Comentário


7 dicas de como cuidar dos aparelhos de fisioterapia

Você sabe como cuidar dos aparelhos de fisioterapia?

Por serem usados diariamente por várias pessoas, os equipamentos de fisioterapia são locais propícios para a propagação de bactérias.

Mesmo tomando todos as precauções necessárias para a correta higienização de todo o espaço, é importante um cuidado mais especial durante o tempo em que os aparelhos de fisioterapia estão parados. Desta forma, é possível preservá-los de diversos fatores como poeira e umidade.

Confira, a seguir, 7 dicas de como cuidar dos aparelhos de fisioterapia.

1. Estofados

Colchonetes e equipamentos que possuem partes com estofados devem ser limpos com um pano umedecido em água e sabão neutro. Para realizar a limpeza, faça movimentos suaves, sem esfregar e, na sequência, passe um pano apenas com água limpa. Para secá-los, utilize um pano limpo e macio.

Nunca deixe esses objetos expostos diretamente ao sol, pois eles podem ficar ressecados, enfraquecidos e com rachaduras. Também evite o uso de produtos químicos como álcool, polidores e alvejantes.

2. Madeira

Para limpar aparelhos de fisioterapia que são produzidos em madeira ou que possuem madeira algumas de suas partes, também pode ser utilizada a mesma mistura de água com sabão neutro. Entretanto, é preciso secar a madeira logo após a limpeza, para que ela não absorva a umidade.

Para não acelerar o envelhecimento natural dos equipamentos, proteja-os da água, calor e luz direta em excesso. Lustra-móveis e óleo de peroba podem ser usados com moderação.

Artigos Relacionados

3. Alças

As alças existentes em alguns aparelhos necessitam de manutenção, assim é possível manter, além da higiene, sua vida útil. Não utilize álcool ou alvejante e nem lave à máquina, para não manchar ou danificar o material. Utilize um pano macio umedecido em água e sabão neutro para limpar, passe um pano úmido para tirar o sabão e seque.

4. Metal

Poeira, umidade e maresia podem acelerar a oxidação do material, por isso é importante limpar semanalmente os aparelhos que possuem metal em suas estruturas com flanela seca para tirar todo o pó.
Regularmente, é preciso fazer uma limpeza mais pesada com pano umedecido em álcool. As partes cromadas, principalmente se tiverem manchas, pedem uma flanela com água e detergente neutro e, em casos mais difíceis, a aplicação de cera automotiva.
Nunca utilize materiais como esponjas de aço, sintéticas, saponáceos ou solventes nas peças cromadas.

5. Tatames

Os tapetes em E.V.A., também chamados de tatame, precisam ser higienizados adequadamente para não haver proliferação de bactérias. O ideal é que diariamente sejam removidos, e o piso onde ficam seja limpo com uma vassoura e depois com um pano com água e detergente neutro. O mesmo deve ser feito na superfície do tapete (nos dois lados) e também nas laterais. Caso haja muita sujeira, pode-se utilizar uma escova e depois um pano seco para remover o excesso de sabão. O E.V.A. deve ser seco à sombra e em temperatura ambiente.
A única restrição é com o uso de produtos químicos que contenham ácido (como álcool e desinfetantes, por exemplo), pois eles podem danificar o material.

 

Assine nossa newsletter

 

6. Bola de pilates

As bolas de pilates devem ser limpas, ainda infladas, com um pano seco ou umedecidos em água, com sabão neutro, se necessário. Evite qualquer material solvente e ácido, assim como cera, óleo ou álcool. Elas também só devem ser guardadas depois de totalmente secas.

7. Espaço da clínica de fisioterapia

Também é imprescindível manter os pisos limpo, sempre utilizando os produtos próprios para cada tipo de superfície.

Qual é a sua dica para cuidar dos aparelhos de fisioterapia? Compartilhe conosco deixando seu comentário. Ele ajudará outros profissionais da área.


1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Mais votados
Mais populares
0 Autores
Autores recentes
  Inscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificar de
trackback

[…] 7 dicas de como cuidar dos aparelhos de fisioterapia […]