8 passos para montar uma clínica de fisioterapia

Publicado por FisioFernandes em 05/02/2020 - 1 Comentário


8 passos para montar uma clínica de fisioterapia

 

O sonho da maioria dos fisioterapeutas é montar uma clínica de fisioterapia. No entanto, esse é um passo que, além de muita dedicação, exige investimento financeiro e, por consequência, um planejamento bem elaborado.

Pensando nisso, elaboramos o artigo 8 passos para montar uma clínica de fisioterapia. Confira e comece o seu planejamento hoje mesmo!

1. Estude o mercado regional

Antes de decidir qualquer coisa, é preciso saber como encontra-se o mercado para o tipo de serviço que você pretende oferecer. Portanto, é importante conhecer seu concorrentes e saber qual é a demanda potencial de clientes que faz parte da região em que você pensa em atuar.

Para obter essas informações e saber também sobre as necessidades das pessoas em relação aos serviços que você planeja oferecer, é possível fazer pesquisas pela internet e, até mesmo contatar profissionais de outras áreas, como hospitais e academias.

Assine nossa newsletter

 

2. Adeque-se à legislação

Em primeiro lugar, para montar uma clínica de fisioterapia, é preciso que você seja um fisioterapeuta devidamente habilitado, pois será o responsável técnico do espaço.

Se o objetivo for atuar como Pessoa Jurídica, o profissional tem responsabilidade técnica pelo serviço da empresa perante o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – CREFITO, por isso deve ter comprovação do registro desse Conselho. Se o objetivo for atuar como Pessoa Física, é preciso que o profissional tenha registro e seu consultório seja cadastrado no CREFITO.

Além disso, são necessários outros alvarás e documentos para que a clínica possa funcionar. São eles:

  • Registros junto à Receita Federal, para obter CNPJ;
  • Registros na Junta Comercial e Receita estadual, para obter inscrição estadual;
  • Registros junto à prefeitura, para obter o alvará de localização e de licença sanitária;
  • Enquadramento no Conselho de Classe;
  • Autorização do Corpo de Bombeiros e alvará de segurança;
  • Cadastro Municipal de Vigilância Sanitária (CMVC), do Sistema Estadual de Vigilância Sanitária (Sevisa);
  • Clínicas, consultórios e estúdios de pilates têm de seguir as normas da Anvisa, que é responsável por registros e fiscalização.

3. Avalie a escolha do local

O local escolhido para montar uma clínica de fisioterapia vai determinar o perfil de seu negócio, pois além de estar relacionado com os serviços que serão oferecidos, estará diretamente ligado ao público que você pretende atender.

Desta forma, existem alguns fatores a serem avaliados para a escolha do local:

  • O objetivo da clínica e serviços oferecidos;
  • Perfil dos clientes;
  • Características da população e dos estabelecimentos na região;
  • Localização de concorrentes próximos;
  • Proximidade com outros negócios da área de saúde como hospitais e academias;
  • Condições do imóvel em relação à segurança;
  • Facilidade de acesso pelas vias públicas e opções de estacionamento.

O espaço interno também deve ser levado em consideração, já que depois de instalados, os equipamentos ocuparão um espaço considerável dentro do ambiente, além da necessidade de haver um local disponível para os clientes em sala de espera.

Também é preciso lembrar que, muitas vezes, é necessário investir para a adequação do local, por isso, é importante pesquisar os valores de aluguéis considerando as possíveis melhorias a serem feitas para a estruturação do ambiente, e na negociação, dar preferência a contratos de locação mais longos, para evitar necessidade de mudanças de local futuramente.

4. Defina o seu público para montar uma clínica de fisioterapia

A área de fisioterapia oferece uma diversidade de serviços a serem prestados em clínica. Desta forma, para definir seus serviços, opte pelo que você tem mais afinidade ou que realiza com mais satisfação e, é claro, com o que tem a ver com sua especialização e experiência.

Também será necessário definir seu público-alvo. Assim, deverá investir em equipamentos e equipe qualificados de acordo com a área em que deseja atuar, seja ela pacientes idosos, pessoas de maior poder aquisitivo, relacionado a esportes, entre outros.

Esse público pode ser segmentado de várias formas, mas principalmente por classe social, idade, gênero e necessidades específicas de serviço.

Artigos Relacionados

5. Elabore um planejamento financeiro para montar uma clínica de fisioterapia

Como montar uma clínica de fisioterapia exige um investimento relevante, é importante estimar todos os custos para iniciar o negócio. Por isso é preciso planejar as despesas dos primeiros meses, já que os resultados podem demorar um pouco.

Em primeiro lugar, faça uma estimativa do investimento necessário para a estruturação inicial do negócio, onde estão inclusos: documentação e alvarás, planejamento e construção, aquisição dos equipamentos, móveis e utensílios para o ambiente.

Reserve também um montante para capital de giro, onde estão inclusas as despesas operacionais como salários e benefícios, retirada mensal, impostos e taxas administrativas, manutenção de equipamentos e marketing.

É importante registrar todas as despesas e receitas para acompanhar a saúde financeira do seu negócio.

6. Planeje o ambiente interno

É preciso espaço e conforto para a boa acomodação dos pacientes, por isso é fundamental planejar o ambiente ao montar uma clínica de fisioterapia. Ela deve ser pensada para a acessibilidade e bem-estar de todos.

7. Invista em divulgação 

É a divulgação que irá atrair potenciais clientes para o seu negócio. A internet é um ótimo canal para essa finalidade.  Invista em redes sociais como Facebook, Instagram e um blog para disponibilizar informações claras e objetivas sobre seus serviços. Essas ferramentas podem contribuir para tornar seu espaço conhecido e não demandam tanto investimento como outros meios de comunicação.

Convênios e parcerias com prestadores de serviços complementares, promoções e programas de fidelidade também podem render bons frutos.

8. Atendimento qualificado ao montar uma clínica de fisioterapia

Lembre-se sempre de que clientes satisfeitos tendem a recomendar os serviços para amigos e parentes, e a satisfação do cliente é o objetivo de qualquer negócio. Para fidelizá-lo é importante oferecer atendimento de qualidade. Além de gentileza, a dica é investir em capacitação para que a equipe tenha uma atenção especial aos pacientes que podem estar sensíveis devido a problemas físicos decorrentes da idade ou traumas sofridos.

Buscar constantemente melhorias também é focar no atendimento qualificado, e isso só é possível como uma boa gestão e controle financeiro e contábil. Considere também o auxílio de algum consultor para a abertura do novo negócio, o Sebrae possui consultores aptos a orientarem para as melhores tomadas de decisões.

Você está pensando em montar uma clínica de fisioterapia? Quais passos você acredita ser importante seguir? Compartilhe sua experiência deixando seu comentário!

 

E-book Modelo de Clínica Básica de Fisioterapia Home Care


1
Deixe um comentário

avatar
1 Comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Mais votados
Mais populares
0 Autores
Autores recentes
  Inscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificar de
trackback

[…] 8 passos para montar uma clínica de fisioterapia […]