Como montar uma clínica de fisioterapia de forma prática e viável

Publicado por Antonio Carlos em 07/11/2019 - Nenhum comentário


Como montar uma clínica de fisioterapia de forma prática e viável

Finalmente, chegou o momento decisivo com o qual você tanto sonhou: montar uma clínica de fisioterapia. Essa oportunidade chegou porque você já passou por diversas etapas profissionais e está seguro quanto ao seu conhecimento e experiência para avaliar e tratar seus pacientes; já concluiu um estágio prático em uma outra clínica ou hospital; conseguiu levantar um capital realizando atendimentos home care ou mesmo com carteira assinada e possui a quantia necessária para dar os próximos passos.

 

A hora de montar uma clínica de fisioterapia é agora

Como trata-se de um passo muito importante, antes de sair comprando aparelhos e alugando sala, o recomendado é começar por uma boa reflexão. Desta forma, busque por um momento adequado, num local tranquilo e tenha consigo papel e caneta para, além de se conectar com seus pensamentos, anotar suas ideias.

Artigos Relacionados

 

Tente idealizar o empreendimento

Pense em seu ponto de atendimento, imaginando um local com bom acesso, segurança para seus clientes chegarem e, de preferência, que tenha  um ponto de referência ou facilidade para você poder divulgar seu espaço.

 Procure saber se esse local tem comércio por perto e, eventualmente, até mesmo uma agência bancária para você abrir sua conta-empresa – caso ainda não a tenha – criando um bom relacionamento com o gerente.

 

Estabeleça uma relação banco vs. empresa

Um bom relacionamento com o banco é imprescindível para quem está empreendendo, pois ajuda as empresas a crescerem, principalmente quando o empreendedor não dispõe de capital próprio ou, no momento, não pensa em utilizar suas economias, já que às vezes, a proposta que o banco oferece para um empréstimo de dinheiro apresenta juros tão baixos que vale a pena optar por essa captação de recursos para ampliar um negócio.

Outra dica importante é construir seu crédito à medida em que você vai crescendo profissionalmente, e os bancos podem ajudar muito, aumentando o seu limite com o tempo. Não é preciso ter receio de emprestar dinheiro, basta não dar o “passo maior que a perna”.

 

Considere a busca do cliente ao montar uma clínica de fisioterapia

Pense nos clientes entrando em seu espaço para uma avaliação e relatando suas queixas. Estas não precisam, necessariamente, estar relacionadas a dor ou limitação de movimento. Muitas vezes, o desejo deles pode ser apenas voltar  a levar uma vida fazendo o que gostam, como voltar a caminhar ou a praticar esporte. E você, como fisioterapeuta, poderá resgatar a realização desse desejo através dos tratamentos. Por isso, sempre considere a busca do cliente, e não simplesmente o tratamento ou alívio de dores.

Assine nossa newsletter

 

Liste os serviços que pretende oferecer

Coloque no papel os serviços que irá ofertar ao montar uma clínica de fisioterapia, mas lembre-se de que eles devem estar relacionados ao que você gosta e à sua vocação. Você pode acrescentar em sua lista:

  1. Tratamentos de ortopedia em pós-operatório, e até segmentá-los como tratamento de ortopedia pós-operatório para idosos, para atletas, entre outros.
  2. Atendimento a pacientes da terceira idade, utilizando o pilates de solo. Posteriormente, se tudo der certo, você pode adquirir uma estação completa de pilates e, inclusive, ter alguém para ajudá-lo a melhorar seu faturamento, como por exemplo, um estagiário e até um colega fisioterapeuta, para dividir com ele a receita do seu espaço. Desta forma, é possível atender também pessoas que estão bem e querem estar ainda melhores.
  3. Atendimento a gestantes, que é um nicho de mercado superimportante, pois auxilia na melhora da mobilidade no pré e pós-parto; entre outros.

Esta lista de especialidades será seu propósito e a principal razão  pela qual você se levantará todos os dias para cumprir a missão de ajudar pessoas com sua formação e prática.

 

Defina o investimento necessário

Finalize sua reflexão considerando o investimento que será preciso para montar uma clínica de fisioterapia, com relação a estrutura, móveis e equipamentos. Não se esqueça de que é imprescindível adquirir essas ferramentas de trabalho de um empresa idônea e respeitada e, para não errar, realize uma pesquisa em canais que informam e alertam sobre o  respeito ao consumidor (órgãos como o Procon, sites como Reclame Aqui, entre outros) e as próprias redes sociais de seus futuros fornecedores.

Depois de tudo planejado, é criar e imprimir seu cartão de visita e trabalhar duro. Acredite! Você vai conseguir vencer a fase inicial de sobrevivência, aprendendo com seus erros e acertos, e vai prosperar, com certeza. Boa sorte!

 

Ficou com dúvidas? Compartilhe conosco nos comentários e nos informe sobre o que podemos fazer para ajudar no seu sucesso!


Deixe um comentário

avatar
  Inscrever  
Notificar de