Diferença entre máscara de tecido e máscara descartável e a importância do uso

Publicado por FisioFernandes em 28/05/2020 - 6 Comentários


Diferença entre máscara de tecido e máscara descartável e a sua importância

Diante de todas as orientações que temos acompanhado, com o objetivo de conter a disseminação do coronavírus, estão as máscaras faciais – seja para o uso profissional como para o dia a dia. No entanto, vemos com frequência pessoas utilizando máscaras descartáveis e também as máscaras de tecido.

Você pode estar se perguntando qual a importância do uso e, ainda, qual é a diferença entre máscara de tecido e máscara descartável. Por isso, selecionamos algumas informações com o objetivo de esclarecer todas essas dúvidas.

 

Por que usar máscara?

O uso das máscaras diminui a chance de contágio pelo coronavírus.

Quando duas pessoas conversam sem máscara, a chance de que a pessoa saudável pegue a Covid-19 da pessoa que está doente é muito alta. Já quando a máscara é colocada apenas na pessoa que está doente, a chance de contágio diminui mais, mas ainda é média. Porém, quando as duas pessoas – tanto a que está doente como a que está saudável – usam a máscara, a chance de contágio pela Covid-19 se torna baixa.

Desta forma, pode-se entender que a chance de contágio vai diminuindo se todas as pessoas usarem as máscaras, porque aumentam as barreiras de proteção contra o vírus.

Especialistas recomendam, portanto, que todos usem máscaras.

 

Mas, qual a diferença entre máscara de tecido e máscara descartável?

Tanto as máscaras descartáveis quanto as não descartáveis cumprem a função de proteger contra a Covid-19, desde que usadas corretamente.

As máscaras não descartáveis necessitam de uma limpeza adequada após o seu uso. Já as descartáveis, que não precisam ser limpas, basta serem descartadas.

São diversos os tipos de máscaras existentes e cada uma delas conta com uma finalidade específica.

 

Artigos Relacionados

 

Máscara N95

Este é o modelo indicado aos profissionais que trabalham com pacientes com suspeita da doença, pois possui filtro que inibe a passagem de micropartículas e de pequenos micro-organismos. Sua eficácia de filtragem é de 95% de todos os vírus e bactérias que possam ser despejados no ar em forma de gotículas.

A máscara N95 é descartável, mas pode ser utilizada de forma prolongada, durante um turno, desde que se evite o manuseio durante esse período, para minimizar o risco de contrair doenças. Após o uso, ela deve ser descartada em lixo apropriado para insumos intoxicados por vírus ou bactérias.

Apesar de ser bastante segura, ela não é indicada para qualquer pessoa, principalmente para um paciente contaminado, pois dificulta a ventilação.

 

Máscara cirúrgica

Feitas com material chamado não tecido (feito de polipropileno), as máscaras cirúrgicas têm contenção menor do que as N95 e servem para atendimentos comuns. São as mais procuradas pela população após a pandemia. Elas diminuem a passagem de partículas maiores do que micropartículas.

Devem ser trocadas com frequência, sempre que ficarem úmidas ou danificadas, ou então, descartadas após duas horas de uso.

As máscaras devem ser colocadas em sacolas plásticas bem amarradas (se possível duas), antes de serem descartadas em lixo fechado. Outra recomendação é descartá-las no lixo do banheiro, considerado lixo comum e que, naturalmente, não é coletado por catadores ou destinado à cooperativas de reciclagem.

 

Máscara de tecido

Vendidas em farmácias, lojas e até mesmo fabricadas em casa, as máscaras de tecido diminuem a passagem dos organismos para o ambiente, mas não barram completamente.

Apesar de menos eficazes, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) admitiu que podem ajudar em cenários específicos. São indicadas para pacientes com sintomas virais, como o coronavírus, mas também devem ser usadas ao sair de casa e em locais público/privados com circulação de pessoas.

Como não possui filtro, a máscara de tecido evita a pessoa que tem algum sintoma de passar o vírus para alguém através de espirro ou tosse.

O Ministério da Saúde recomenda utilizar a máscara de tecido por, no máximo, duas horas. Após esse período ela deve ser guardada em um saco plástico, para ser higienizada posteriormente e trocada por uma limpa.

 

Como higienizar máscara de tecido

Após utilizar a máscara de tecido, esta deve ser higienizada com muito cuidado. Para isso, deixe-a de molho em um recipiente com meio litro de água e duas colheres de água sanitária. Depois de meia hora, ela deve ser enxaguada com água e sabão e, após seca, ainda é preciso passá-la com um ferro quente.

Guarde-a em um saco plástico e descarte-a ao sinal de deterioração ou funcionalidade comprometida.

 

Assine nossa newsletter

 

Este é um entre tantos cuidados

É importante salientar que, no controle de novos casos de coronavírus, nenhuma máscara substitui o isolamento social ou qualquer outra medida como lavar bem as mãos, utilizar álcool em gel ou permanecer longe de outras pessoas.

A utilização das máscaras é indicada exclusivamente para as situações em que realmente precisamos sair do domicílio.

 

A Fisio Fernandes

Na Fisio Fernandes você encontra diversos tipos de máscaras, descartáveis e de tecido. Para conhecer todos os modelos disponíveis, basta acessar fisiofernandes.com.br e fazer o seu pedido, ou ainda escolher e pedir pelo televendas, através do número 0800 770 0440 ou pelo WhatsApp.

Quer saber mais sobre a diferença entre máscara de tecido e máscara descartável, ou ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário. Será uma satisfação para nós poder ajudar!


6
Deixe um comentário

avatar
3 Comentários
3 Respostas
0 Seguidores
 
Mais votados
Mais populares
2 Autores
Priscila MoroVania Leticia Zanon Autores recentes
  Inscrever  
mais recente mais antigo mais votado
Notificar de
trackback

[…] Diferença entre máscara de tecido e máscara descartável e a importância do uso […]

trackback

[…] Confira também o artigo Diferença entre máscara de tecido e máscara descartável e a importância do uso. […]

Vania Leticia Zanon
Visitante
Vania Leticia Zanon

Gostaria de saber se poderei usar uma máscara N95 no lugar de uma mascara de pano para ir ao supermercado.

Priscila Moro
Editor

Olá Vania!!
Na verdade a Máscara N95 tem sido mais indicada para os profissionais que tem mais contato com os pacientes.
No caso para nós realizar as atividades quando precisamos sair eles orientam a de tecido.
Obrigado

Vania Leticia Zanon
Visitante
Vania Leticia Zanon

Obrigada pela resposta, mas qual de tecido você me indicaria que fosse mais segura para mim. Gostaria de ficar bem protegida, pois tenho receio de sair de casa e não estar bem protegida. Agradeço pela sua atenção.

Priscila Moro
Editor

Oi Vânia
bom dia!!
Todas as máscara protegem, de acordo com a OMS, a orientação é para atividades do cotidiano caso precisamos sair utilizamos a de tecido e seja feita a troca a cada duas horas. Pois as máscara descartáveis nesse momento estão sendo destinadas a profissionais de saúde.
Todas elas protegem, desde que seguir as orientações.
Obrigado