Marketing Pessoal: Chame as pessoas pelo nome

Publicado por Priscilla Cardoso em 04/09/2017 - Nenhum comentário


Chameaspessoaspelonome

Olá amigos,

Este é um post de continuação da série de publicações “Faça seu Marketing Pessoal e conquiste sucesso em seu negócio” e vou falar um pouco sobre a importância de chamar as pessoas pelo nome.

Ser chamado pelo nome, faz com que as pessoas se sintam bem e valorizadas pelo outro. Por isso, aqui vai uma dica muito importante para você que quer reforçar o seu Marketing Pessoal: chame as pessoas pelo nome pelo menos três vezes durante um encontro. Ao chamar o outro pelo nome, você está demonstrando interesse e consideração, gerando o sentimento de que ela é importante para você.

Mas cuidado para não esquecer ou trocar o nome da pessoa. Quando você acabar de conhecer alguém, sempre reforce o nome dela em uma outra frase, por exemplo: “Prazer em conhecê-lo Antônio”. Se você tiver dificuldade em memorizar nomes, sugiro que ao atender um cliente esteja com a ficha dele em mãos, assim você sempre pode dar uma olhadinha disfarçada para confirmar o nome.

Outro ponto importante, é evitar ao máximo utilizar “querida (o), anjo, amiga (o)”, essa forma de chamar o outro pode fazer com que ele se sinta desconfortável e até mesmo desmerecido. Muitas pessoas, quando chamadas assim, tem a percepção de que não tem a devida importância.

Além disso, tome cuidado com os nomes no diminutivo ou apelidos, só chame alguém desta forma se você tiver bastante intimidade ou para o caso de clientes que pedem. Por exemplo, a cliente se apresentou e disse: “Oi, eu sou a Gabi”, logo este é um sinal verde para você chama-la pelo apelido.

Para finalizar e ilustrar a importância de saber o nome das pessoas, extrai o parágrafo abaixo de uma interessante crônica do Paulo Coelho:

“Então, uma providência aparentemente banal, saber o nome de quem vai estar do seu lado, pode fazer uma diferença gigantesca. O mal do nosso tempo é que todo mundo quer consertar tudo de uma vez só, e ninguém se lembra de que precisa de muita gente para fazer isso”.

Você costuma chamar seus clientes pelo nome?

Um grande abraço,

Antônio Carlos


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of